CÂMARA MUNICIPAL DE Ponte Serrada - SC

ATA Nº CM 032/2018

Aos oito dias do mês de Outubro de dois mil e dezoito, às dezenove horas, nas dependências do Legislativo Municipal, reuniram-se os senhores vereadores para reunião Ordinária da Primeira Sessão Legislativa, da Décima Quinta Legislatura da Câmara Municipal de Vereadores, com a presença dos seguintes membros: Adenir Freitas, Edivan Antonio Panizzi, Evandro Pavan, Julio Cesar Páglia, Marcelo Tadeu Wrubel, Milena Aparecida da Silva, Olivo Cortellini, Rúbia Caroline Wrubel e Gilson Damaceno Presidente da Mesa, que cumprimentou a todos os presentes, e sob a proteção de Deus, declarou aberta a reunião, convidando o vereador Adenir para proferir a leitura de trecho da Bíblia Sagrada, prosseguindo com a leitura da Ata da reunião anterior, aprovada por unanimidade. Após fez-se a leitura do Expediente do Dia, sendo: Indicação nº CM BP AFFD 037/2018 - AMPLIAÇÃO DO PERIMETRO URBANO apresentada pelo Bloco Parlamentar A Força Que Faz a Diferença. Pareceres da Comissão de Finanças e Economia: A COMISSÃO DE FINANÇAS E ECONOMIA, obedecendo o que determina o Art. 204 da Resolução nº 019/90, referente Projeto de Lei nº 014/2018 - DISPÕE SOBRE A REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL 2018/2021, INSTITUIDO PELA LEI Nº 2316/2017 DO MUNICÍPIO DE PONTE SERRADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS, após decorrido o prazo estabelecido no Art. 203 da mesma Resolução, não tendo sido apresentadas Emendas, apresenta PARECER DEFINITIVO , manifestando-se FAVORÁVEL a íntegra do Projeto de Lei. O referido Projeto de Lei, será incluído na Ordem do Dia da próxima sessão, para votação em dois turnos. A COMISSÃO DE FINANÇAS E ECONOMIA, obedecendo o que determina o Art. 204, da Resolução nº 019/90, tendo em vista a não apresentação de Emendas ao Projeto de Lei nº 015/2018 - DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIA DO MUNICÍPIO PARA O EXERCICIO DE 2019, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS, apresenta PARECER DEFINITIVO, manifestando-se FAVORÁVEL a íntegra do Projeto de Lei. O referido Projeto de Lei, será incluído na ordem do dia da próxima sessão para votação, conforme determina o Art. 205 da mesma Resolução. Ambos os Pareceres foram assinados pela Comissão de Finanças e Economia: Ponte Serrada SC., 03 de Outubro/2018 RÚBIA CAROLINE WRUBEL Presidente, EVANDRO PAVAN, Relator e Marcelo Tadeu Wrubel, Secretário. Passando a Ordem do Dia, com a presença de todos os senhores vereadores, o Presidente colocou em discussão para 1ª Votação Projeto de Resolução nº CM 003/2018, o vereador Edivan solicitou a parte na tribuna e disse que no que se refere a este Projeto, os vereadores Evandro Pavan , Julio Cesar Páglia e Olivo Cortellinui, amparados pelo Art. 166 , § 1º da Resolução nº CM 019/90, subscrevem um requerimento no sentido de adiar a discussão deste projeto por uma sessão. E de ante mão, novamente remeter a sessão da semana passada, onde como Presidente da Comissão de Legislação e Justiça, formulou um Pedido de Informação referente a este projeto, e que a resposta para sua comissão e para este vereador como Presidente, só recebeu esta resposta no dia de hoje, e todas as comissões o projeto tem dez dias, para que tramite em cada comissão. Se referiu que o projeto hoje completa o oitavo dia, dentro da Comissão de Legislação e Justiça. Deixou a informação aos colegas, da Mesa Diretora, que irá formular até quarta feira, mais alguns Pedidos de Informações, que cabe a sua comissão, pois ainda tem algumas dúvidas a respeito deste projeto. Solicita e gostaria que constasse em ata esta situação, e já adianta que na tarde de amanhã, acredita que sua bancada de vereadores estará se dirigindo ao Ministério Público, levando o projeto, a resposta que tiveram sobre a legalidade ou não de o projeto tramitar sem o nome dos proponentes, que vê que é totalmente ilegal, e que amanhã irão buscar informações junto ao Ministério Público. Gostaria que o Presidente fizesse cumprir o regimento, principalmente no sentido de que a sua comissão que é presidente da 1ª Comissão, ainda tem dois dias para formular Pedidos de Informações sobre este Projeto. É neste sentido que solicita ao mesmo, por ser Presidente da casa, que entendendo o retire de pauta, ou pelo menos siga o regimento na questão de prazos, e nas informações que entendem não estar sendo convincentes, que vão buscar junto ao MP, e após com segurança, com o prazo das comissões, aí sim, por este projeto em discussão. O Presidente proferiu a leitura do requerimento: Os vereadores abaixo subscritos, vem mui respeitosamente a presença de Vossa Excelência, e, amparados pelo Art. 166 , § 1º da Resolução nº CM 019/90, solicitar o Adiamento da Discussão do Projeto Resolução nº 003/2018 - DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CARGO DE CONSULTOR JURÍDICO DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE PONTE SERRADA, CONFORME ESPECIFICA.., pelo prazo de UMA SESSÃO. Para sanar esta dúvida, suspendeu a reunião por dois a cinco minutos, até para saber se este requerimento vai ou não a votação. Retomando a sessão normal, o Presidente proferiu a leitura do Art. 166 do Regimento Interno. Em seu modesto entendimento vê que todos os requerimentos deve passar por votação em plenário, mas pelo bom senso que esta casa sempre pregou, vai ser deferido o requerimento e será adiado a discussão deste projeto pelo prazo de uma sessão. O Presidente explicou que o projeto deu entrada dia 24, tem dez dias após a entrada, a Comissão que o vereador é o presidente, findado os dez dias, dando ou não o parecer, remete-se a próxima comissão. O mesmo não deu nos dez dias, já tinha passado. O Projeto tem trinta dias para ficar nas comissões e darem seus pareceres. Após colocou em discussão para 1ª Votação Projeto de Lei nº 017/2018 - DISPÕE SOBRE ABERTURA DE CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR NO ORÇAMENTO DO EXERCÍCIO DE 2018 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Usando a parte na tribuna a vereadora Milena proferiu a leitura do Requerimento: Os vereadores abaixo subscritos, vem mui respeitosamente a presença de Vossa Excelência, e, amparados pelo Art. 166 , § 1º da Resolução nº CM 019/90, solicitar o Adiamento da Discussão do Projeto de Lei nº 017/2018 - DISPÕE SOBRE ABERTURA DE CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR NO ORÇAMENTO DO EXERCÍCIO DE 2018, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.., pelo prazo de UMA SESSÃO. Nestes Termos Pedem Deferimento. Assinam os vereadores Adenir Freitas, Milena Aparecida da Silva e Rúbia Caroline Wrubel. Da mesma forma e também entendendo que este requerimento deveria ser submetido a plenário, mas agindo como anteriormente também será adiado por uma sessão a discussão do Projeto de Lei nº 017/2018. Em discussão Indicação nº CM AFFD 037/2018, a vereadora Milena disse que após visitar algumas empresas as paralelas a BR 282, foi solicitado por alguns empresários e moradores, que seja analisado a possibilidade de ampliação do perímetro urbano do município de Ponte Serrada. Solicita e pede que seja analisado com carinho pelo Executivo Municipal. Entendendo que várias pessoas possuem propriedade nos limites do perímetro urbano, apresentam esta indicação, para aumentar o perímetro urbano tanto sentido Ponte Serrada/Joaçaba como Ponte Serrada/Xanxerê. É do conhecimento desta casa que é um ato privativo do Poder Executivo Municipal, que esta casa somente podem indicar. Entendendo que esta iniciativa virá em benefício do desenvolvimento de nosso município, como comércio, instalação de novas empresas, futuros loteamentos, desenvolvimento de novas construções, contam com o pronto atendimento do Poder Executivo Municipal. Quem subscreve a indicação, são os vereadores Adenir, Marcelo, Milena e Rúbia. Nada mais foi discutido, aprovando-se por unanimidade a indicação. O Presidente frisou que os Projetos de lei números 014/2018 e 015/2018 sendo Plano Plurianual e a LDO Lei de Diretrizes Orçamentárias, entrarão na pauta da próxima reunião para votação em dois turnos. Escrito na Palavra Livre o vereador Edivan cumprimentou a todas as pessoas presentes, e fez menção ao dia de ontem, do primeiro turno das eleições estaduais, e também a nível Federal, que transcorreu em todo país, deixou sem esconder de ninguém, a surpresa de seu cadidato Mauro Mariani não estar entre os dois primeiros colocados, pois nem mesmo um cientista político, quer que fosse imaginaria ou diria algo semelhante antes de que se abrissem as urnas. Infelizmente seu candidato do MDB não está no segundo turno, a eleição continua com dois candidatos agora, e com a população com um pouco mais de facilidade para decidir, até porque se trata somente de dois candidatos. Da mesma forma a nível Nacional, também uma eleição de dois turnos, que tiveram em Santa Catarina a maior votação em percentual dada ao candidato presidente Bolsonaro, praticamente 66% dos votos válidos de Santa Catarina, mas também tem que se registrar que aqui em Ponte Serrada, foi um dos poucos municípios onde o Fernando Hadadd venceu a eleição. Com a mínima diferença de votos, mas a verdade é que Ponte Serrada destoou do estado de Santa Catarina, não vão aqui dizer os motivos, mas aqui todos pensam e agem de uma forma, mas a verdade é que Fernando Hadadd, saiu como vencedor. Felicitou alguns dos deputados, que trabalharam e muito por Ponte Serrada ao longo destes últimos tempos, enviando muito recurso ao nosso município e também com a presença física deles aqui em nossa cidade. Citou aqui o Deputado Federal Celso Maldaner aqui com 972 votos, Deputado Moacir Sopelsa com 647 votos, Citou o Deputado Valdir Colatto 1º Suplente, acabou também de forma surpreendente pois sempre foi citado como um dos eleitos, Deputado que muito trabalhou por Santa Catarina, e por Ponte Serrada e continuam torcendo que por estar na primeira suplência, ainda consiga voltar a Câmara Federal, pois o mesmo tem muito a contribuir com nosso País, nosso Estado e nosso município. Da mesma forma o Deputado Valdir Cobalchini, também 311 votos, parceiro de Ponte Serrada, também entende que em matéria de Deputados continuam bem representados, e continuam buscando recursos. Tem compromissos com estes eleitos, na vinda de recursos ao nosso município. Agora é uma nova etapa, uma nova eleição, agora primeiramente em uma conversa com suas lideranças, marcar e decidir a posição a ser tomada, e acredita que posterior a isso, todo grupo deverá seguir este caminho. Que nada tem de decidido, mas acredita que todos os partidos irão conversar, e tratar de apoios ao segundo turno. Não somente apoio,mas projetos, idéias, do partido que os candidatos deverão por no plano de ações, no Plano de Governo para que possam angariar apoio. Tiveram mais de vinte por cento dos votos, as pesquisas diziam que passavam dos trinta e cinco, e disse que de forma surpreendente, pois entendiam que pela força da aliança estariam no segundo turno. Tiveram seu candidato Meirelles, não deu certo, se tivessem talvez declarado apoio a outro candidato que fez mais de 65%, seria mais fácil, mas o Meirelles fez menos de um. Então dificulta um pouco a caminhada. Uma nova eleição, tudo começa do zero, e esperarão a posição do partido para saber que caminho deverão seguir. Parabenizou a todos os eleitos. O vereador Julio no uso da palavra cumprimentou a todas as pessoas presentes e disse que entristece um pouco ser vereador, pelos atos políticos que aqui nunca se baixam as bandeiras partidárias e parece que nunca conseguem entrar em um consenso, e sempre nesta rixa política que não deixa nosso município se desenvolver. Que nosso município poderia ser bem mais desenvolvido se não fosse esta rixa política que acontece aqui. Citou um exemplo, que hoje tinha dois projetos que iriam a votação. Um que é criado pela Mesa Diretora nesta casa, vereadores: Milena, Adenir ,Marcelo Freitas e Gilson, criando um cargo para mais um consultor jurídico aqui nesta casa. Mas não quer falar do projeto em si, pois vê que o mesmo não tem necessidade, até porque o mesmo não está em discussão ainda. Falou do Projeto que deu entrada dia 19 de setembro aqui nesta casa, um projeto de suplementação, onde tira o orçamento da Câmara de Vereadores, e joga para a Secretaria de Transportes e Obras, com duas diferentes modalidades. Uma de trinta mil reais e outra de vinte mil reais. Que vai servir para comprar a bomba de água para o CTG, que teve problemas, ficando sem água alguns dias. E também para construção da ponte do Bairro São Sebastião. E por causa de rixa política não colocam em votação. Ficam adiando, fazendo requerimento. Não votam o nosso, não vamos votar o de vocês também. É isso que acontece aqui, não estão prejudicando a administração do Tibe e da Fernanda, estão prejudicando as pessoas aqui da cidade. Sabe que é legal, está no prazo, mas está na cara que é só briga política. Disse que falaram que se fossem nós da bancada seria pior, que na administração do Duda, faziam pior, disse que não estava aqui para ver se faziam, e se faziam que paguem as conseqüências. Agora assim, não vamos ser iguais. São todos farinha do mesmo saco então. Aí não tem moral nenhuma para cobrar alguma coisa. Vão mudar o pensamento, pensar na cidade, é difícil, mas alguém tem que começar a mudar aqui. Que gostou do resultado das eleições, entrou bastante gente nova, e espera que a população de Ponte Serrada, também veja isso. A vereadora Rúbia cumprimentou a todas as pessoas presentes na reunião, e iniciou agradecendo a todos os eleitores ponteserradenses, que mais uma vez acreditaram no trabalho sério e honesto do deputado Marcos Vieira. Que o orgulha vir aqui e dizer que ele fez 585 votos aqui em Ponte Serrada. Esteve presente em todas as urnas de nosso município. Isso é o resultado de um trabalho sério e comprometido, com muitas pessoas que realmente querem o melhor para Ponte Serrada. Em nome do ex prefeito Duda, do ex prefeito Sandro Fávero, e também em seu nome precisam agradecer, especialmente a vereadora Milena, que permitiu que falasse o nome dela, e que a cada dia se consolida mais sua amizade. Que a mesma merece confiança, merece muito mais o seu respeito, mas principalmente porque a mesma abre mão de sua vida pessoal para viver a vida da sociedade que tem clamado incansavelmente por ajuda. Agradeceu ao seu grupo maravilhoso, a todos que fizeram parte da equipe Marcos Vieira. Especialmente suas meninas, gostaria de agradecer pessoalmente a cada uma delas. Gostaria de estar citando o nome de todas e de todos, que contribuíram para que chegassem a este resultado, mas o tempo é curto. Enfim, todos sabem que aqueles que colaboraram, moram em seu coração, e contem sempre com esta vereadora, com o Duda e com o Sandro para tudo que precisarem. Agradeceu a APAE, sabe que retribuíram todas as vezes que este deputado já mandou recursos, já mandou emendas para esta instituição. Também agradeceu o prefeito Tibe, que esteve junto as terceiras idades, confirmando os recursos deixado pelo ex prefeito Duda, que foi destinado através do Deputado Marcos Vieira, esclarecendo que este recurso veio e que será repassado por esta administração, para as melhores idades. Que está realmente feliz, agradeceu a todos que a receberam em suas casas, agradeceu cada abraço, que foi recebida com muito carinho, ficou extremamente feliz, reviveu um pouco de sua campanha de vereadora. E não tem nem palavras para retribuir a votação que seu candidato a deputado fez. Ficou em terceiro lugar no município, sendo que trabalhou poucos dias. Se desculpou com aqueles que prometeu visita e realmente faltou tempo para ter passado em mais casas. O que perceberam, e que foi deixado como mensagem, é de um novo ideal político. Ou seja a eleição realmente foi surpreendente . Eleição de redes sociais e não de mídias televisivas, onde as pessoas, os candidatos em si superaram as siglas partidárias. Um grande sinal do novo, da mudança. De uma nova forma de se fazer política, acredita colegas vereadores, que acendeu a luz de alerta desta administração. Sinal de que não está tudo bem não. Ou seja o resultado da eleição para governo estadual, mostrou que realmente as coisas não estão bem. Ou seja, o candidato adversário da sigla partidária do Executivo de nosso Município, ganhou com uma margem muito grande de votos. Lhe parece conveniente que esta administração repense a forma que vem conduzindo seus trabalhos. Disse que nas próximas semanas trarão até esta tribuna, todas as reclamações da população, nos quesitos saúde, estradas, e de um modo geral, tudo que ouviram da população ponteserradense, especialmente nos últimos dez dias. E certamente o que estão fazendo sua bancada, de forma alguma é ato político, são pessoas politizadas que estão representando o povo, querem sim o melhor para Ponte Serrada. Não vê ato político, muito pelo contrário, está sentindo uma grande preocupação dos adversários, com a entrada de um novo assessor jurídico aqui nesta casa, lhe parece que a grande preocupação e que terão mais uma pessoa super competente, para auxiliar em todas as dúvidas, as quais todos sabem que são grandes, a vereadora Milena já citou na semana passada, várias questões, relembrou a licitação com trezentos mil reais de papel toalha, então precisam sim de mais um assessor. Que estão aqui legislando, criando e fazendo leis. E querem e tem certeza que aprovarão este novo cargo com a intenção de ajudar o município, e não de causar qualquer constrangimento ou ato politiqueiro nesta casa. Querem sim o melhor para Ponte Serrada, se considera sim, melhor que alguns vereadores foram na administração passada, tem vergonha de ser colega muitas vezes, de pessoas deste nível, mas infelizmente estão aqui e querem realmente representar e fazer o município crescer e desenvolver, ao contrário do que foi no passado. Relembra a todos o BADESC que foram um milhão e cem que o município poderia ter conseguido, para criar um novo Distrito Industrial, criar emprego, criar renda, criar desenvolvimento, e a oposição que hoje é situação, não aprovou. Quem perdeu não foi o ex prefeito Duda, fomos todos nós. Isso sim é politicagem. E não o simples ato de querer criar um cargo de assessor que no seu entendimento é legal, é moral e é necessário. O vereador Adenir cumprimentou a todos os presentes e disse que não poderia vir a esta tribuna e agradecer a cada um ponteserradense que estiveram neste domingo depositando um voto de confiança no PP onde aqui do Oeste se elegeram os Deputados Altair Silva, João Amim, o qual estava pedindo voto, Zé Amilton, no Senado Esperidião Amim com uma votação expressiva, também a Deputada Federal Ângela Amim, que por mais que seja uma família onde todos estão na política, mas, disse que são nomes que podem serem votados, nada tem a falar deles. Agradeceu quem tirou o seu tempo e depositou seu voto na urna. Fica honrado e agradecido a todos. A vereadora Milena, disse que está feliz pelos resultados que obtiveram em Ponte Serrada, um trabalho de corpo a corpo, um trabalho de visitas nas casas, um trabalho de ouvir a nossa população constantemente e deu o resultado esperado. Gelson Merísio do PSD, em primeiro lugar no Estado, em primeiro lugar em nosso município, com quase quinhentos votos de diferença, isso realmente, disse de alma lavada. Porque ganhar uma eleição da administração pública que te ataca toda hora, que estavam na rua, enfim, foi muito bem. Concorda em número e grau com a vereadora que acendeu o alerta sim, que não está tudo cem por cento. E nos próximos dias irão começar a levantar o que nossa população pediu, pois são a voz de nosso povo, representam a nossa gente. Agradeceu do fundo do coração, a votação que o Merísio fez, da mesma forma a sua candidata Marlene Fengler, não era conhecida aqui em nosso município, veio duas vezes, e atingiram cento e vinte votos, mas, irmanados com Marcos Vieira trabalharam incansavelmente nos últimos quinze dias juntos. Também com o Gilson, Marcelo, Freitas, e não pode deixar de mencionar os ex prefeitos Sandro, Duda, Antoninho, Nanico. Que trabalharam para Altarir Silva, João Amim, Milton, Milton Hobus, que se elegeu, Ângela Amim, Deputada Federal. Que estão bem representados tanto em âmbito Estadual como Federal, e também com Senador. Esperidião Amim chegou lá, infelizmente Colombo não chegou, mas o Jorginho Melo chegou, e que é aqui da região Oeste também. Disse que dentro do estado sua candidata ficou em décima segunda, com mais de quarenta mil votos, aqui em Ponte Serrada entre as dez mais votadas. Como disse, uma candidata sem dinheiro, na cara e na coragem, mostrando quem ela era, fez uma votação extraordinária. Pediram a secretaria competente que olhem mais uma vez, com carinho ao acesso da creche do Bairro Cascatinha. Que esta semana promete ser de chuva, e realmente é caótica a situação. Dentro do pátio, e também no acesso. Que dêem acesso as crianças, aos pais, reclamação de cheiro de fossa, que deve estar entupida, pediu que olhem com mais carinho ao nosso povo, nossa gente nestas pequenas ações. É importante fazer obras, claro que é, mas é importante as pequenas ações para valorização para nosso povo e nossa gente. Também na Vila Miranda, citaram o nome do senhor Limberger que lá reside, que deixaram uma carga de cascalho e não voltaram mais. A estrada da casa dele, não tem acesso, teve que desmanchar a cerca, para passar no terreno do vizinho. Isso é inadmissível, a secretaria competente que vá lá e arrume, de crédito ao nosso povo, que estão pagando IPTU. São estes pequenos serviços que tem que fazer. Quanto ao projeto que já estão polemizando, falou semana passada e volta a repetir, a prefeitura tem dez assessores, e mesmo assim não são competentes, porque lá já veio GAECO, Ministério Público, lá já foi dinheiro público pelas valetas, inclusive uma licitação de mais de trezentos mil reais em papel toalha que esta casa alertou. Esse tipo de coisa que precisam evitar, não é ilegal , não é imoral, precisam cuidar bem do dinheiro que é do nosso povo e de nossa gente. É por quem não tem voz, nem vez que trabalham . O presidente da Mesa em suas considerações, disse que como seus colegas falaram, ficou muito contente com o resultado das eleições, o povo demonstrou que quer mudança, que quer o novo, quer novas idéias, que viram pessoas com pouca expressão política, pequenos partidos ali liderando na apuração dos votos, vê que o Oeste ficou muito bem representado, que nas quarenta cadeiras de deputados, dez são aqui do Oeste, e esperam que atendam o anseio, que nos atendam, e também dos Deputados Federais, dos dezesseis, quatro são aqui do Oeste, então vinte e cinco por cento das cadeiras ocupadas pela Assembléia Legislativa e pela Câmara dos Deputados, são pessoas aqui do Oeste, Ficou contente com o resultado da eleição de modo geral no Brasil, vê que as pessoas não estão mais tolerando, aquela velha política, os velhos políticos, as pessoas que faziam política de uma forma turbulenta, meio ditador, a base do dinheiro, da estrutura nem sempre republicanas, e se venceu nestas eleições o novo. As pessoas com idéias, as pessoas que tentam mudar a página, de nosso Brasil. Que ontem acendeu uma luz de alerta, mas também de esperança em nosso povo, acha que renovou-se muitos os candidatos pelo Brasil afora, muitas pessoas no primeiro mandato, sem carreira política, terão oportunidade. Esperam que não os decepcione, que ficou surpreso com a votação aqui em nosso município, porque embora ande quase que diariamente nos bairros, se houve bastante reclamação, mas onde se pregava pela administração, até aqui nesta casa, que as coisas estavam uma Maravilha em 99%, dava até para mudar o nome da nossa cidade, e não foi o que refletiu ontem, onde o candidato apoiado pelo prefeito, e das pessoas as quais são ligadas ao grupo dele. Da para se dizer que o candidato adversário com uma campanha bem tímida, poucas pessoas nas ruas, e mesmo assim a população protestou. Disse que as coisas não estão certas, que precisa de mudança. Então por isso acha prudente que, o Executivo de nosso kmunicípio, as pessoas que estão a frente, revejam muitos atos, vê que se preocupam em que se tenha obras, mas de nada adianta fazer um posto dos mais modernos, se a pessoa chega lá no posto de sáude, não tem um remédio, um exame, um atendimento adequado, nada adianta ter escolas bem equipadas se não tem professores. Acha que esta administração tem que olhar mais para o lado humano das pessoas, pequenos detalhes. Muitas pessoas passam e vêem carro novo, ambulância, ônibus novo, mas chega no posto de saúde, e um exame talvez de cem reais ou um remédio de trinta reais, não se tem. É esse tipo de posição que a administração tem que tomar, olhar para as pessoas que mais necessitam. Que aqui foi citado, que classe mais humilde, sempre teve, uma vocação de votar no PT, e aqui o nosso município é um município de gente humilde, trabalhadora, diferente do poder aquisitivo de municípios vizinhos como Vargeão , Faxinal dos Guedes, onde existe pessoas com Poder Aquisitivo Familiar maior. Vê que nosso município por rixas políticas como bem aqui foi dito, vem perdendo oportunidade em cima de oportunidade. Citou e não quer deixar de lembrar e a população da oportunidade que perdeu, quando da não aprovação do empréstimo do BADESC de um dinheiro a juro zero, que todos os municípios do estado tiveram a oportunidade de aplicar em diversas áreas. E em nosso município era acertadamente onde iriam aplicar este dinheiro, na construção de um novo Distrito Industrial. O que traria este novo Distrito Industrial? Atração de novas empresas, e empresas são as que fazem nosso município andar, sem dinheiro não se faz milagres, muito menos uma prefeitura se não tiver recursos. Vê que a oportunidade passou, não vê uma oportunidade nem semelhante a esta, com este montante expressivo, nesta quantia, que venha tão fácil a nosso município. Que vai continuar trabalhando como sempre, sem bandeiras políticas, onde nem citou os candidatos de seu partido, quer que todos trabalhem para nosso estado, principalmente para o nosso município, que todas as pessoas no próximo turno tenha consciência, vê muitas pessoas revoltadas com os candidatos a Presidente da República. Acha que perfeito ninguém vai ser, mas se seu candidato não foi para o segundo turno, acha bom olhar o currículo de cada um, olhar o que já prestou de serviço ao nosso país, para seus estados, para seus municípios, e ver e analisar e depositar e dar um voto de confiança a algum deles. A respeito do projeto o qual não entrou a discussão, sobre a criação de um Novo assessor jurídico aqui nesta casa, vê com muito bons olhos, e citou a importância que existe sobre um pagamento de precatório para o município pagar, no valor acima de dois milhões, uma cifra que nosso município terá que desembolsar nos próximos dois anos. Erro do administrador sim, mas o maior erro foi durante a tramitação do processo, porque os advogados não fizeram a defesa adequada a qual deveriam ter dada a este processo. Talvez não culpar o jurídico da época, mas talvez sobrecarregar de trabalho, e um pequeno investimento que deixou de ser feito no passado, hoje causou um grande prejuízo. E citou mais um exemplo, quando os vereadores detectaram uma licitação em um item a compra de trezentos mil reais em papel toalha, vê que esta pessoas, se fosse um assessor jurídico contratado para esta casa, que tivesse detectado este pequeno equivoco, ou irregularidade, quanto tempo ele já tinha se pagado, fora ainda, tem o que se fazer. Que na administração pública, muita coisa se tenta passar debaixo do tapete, muita coisa de forma obscura, mas aqui de forma que a câmara de vereadores deve sempre estar atenta, porque a nossa maior atribuição é legislar e fiscalizar. É isso que devem fazer. Com estas palavras encerrou a sessão. Nada mais a ser tratado, e nenhum outro vereador escrito na Palavra Livre, o Presidente agradeceu a presença de todos e deu por encerrada a presente reunião na qual Eu Tânia Maria Frighetto, redigi a presente Ata lavrada nos termos do Art. 104 da Resolução nº CM 019/90 de 14.12.1990, que após lida e aprovada será assinada pela Mesa Diretora.

APROVADA EM 15.10.2018

PRESIDENTE VICE-PRESIDENTE

1º SECRETÁRIO 2º SECRETÁRIO

Publicado em: 16/10/2018
Acessos: 60
Publicado por: Tânia Maria
Facebook Twitter Google+ Addthis