CÂMARA MUNICIPAL DE Ponte Serrada - SC

ATA Nº CM 015/2017

Aos vinte e dois dias do mês de Maio de dois mil e dezessete, às dezenove horas, nas dependências do Legislativo Municipal, reuniram-se os senhores vereadores para reunião Ordinária da Primeira Sessão Legislativa, da Décima Quinta Legislatura da Câmara Municipal de Vereadores, com a presença dos seguintes membros: Abel Conrado, Adenir Freitas, Edivan Antonio Panizzi, Evandro Pavan, Julio Cesar Páglia, Marcelo Tadeu Wrubel, Milena Aparecida da Silva, Rúbia Caroline Wrubel e Gilson Damaceno Presidente da Mesa, que cumprimentou a todos os presentes, e sob a proteção de Deus, declarou aberta a sessão, convidando a vereador Evandro para proferir a leitura de trecho da Bíblia Sagrada, prosseguindo com a leitura da Ata da reunião anterior, aprovada por unanimidade. Após fez-se a leitura do Expediente do Dia, sendo: Indicação nº CM BP AFFD 018/2017 - LIMPEZA NO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL, apresentada pelo Bloco Parlamentar a Força que Faz a Diferença e Indicação nº CM BP PSMM 012/2017 - ABERTURA DE RUA e Indicação nº CM PSMM 013/2017 - MELHORIA EM CAMPO DE FUTEBOL ambas de autoria do Bloco Parlamentar Ponte Serrada Merece Mais. Convite do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para participarem da programação da Campanha do Dia 18 de Maio - Dia Nacional de Combate ao abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, conforme cronograma em anexo. Ofício nº 012/2017 da 63ª Zona Eleitoral comunicando o prazo para revisão do eleitorado com cadastramento biométrico, no período de 05 de junho à 24 de novembro de 2017 no Cartório Eleitoral de Ponte Serrada. Requerimento do vereador Adenir Freitas, solicitando a liberação de quatro diárias para participação de curso em Florianópolis - SC., no período de 23 à 26 de maio de 2017. Passando a Ordem do Dia, com a presença de todos os senhores vereadores, atendendo requerimento protocolado nesta casa, nos termos regimentais, o Presidente transformou a reunião em Audiência Pública, com a participação do COMDET - Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, onde farão uso da palavra os senhores: Gilmar Romani, Presidente do Conselho, senhores Felipe Fachinello, Carlos Guerra, Plínio Bolsoni , Ademar Andognini e Luis Carlos Bavaresco. No uso da palavra, o senhor Gilmar Romani agradeceu a todos os senhores vereadores pelo espaço concedido, que estão no conselho para dar apoio, estão trabalhando com a idéia de sempre colaborar. Que todos almejam o desenvolvimento do município e como empresários estão fazendo sua parte. Que quando convocados pela CDL, também se integraram neste processo de representar as entidades empresariais. Criaram a Associação Empresarial e se juntaram com a Facisc. Que para trabalhar em conjunto com Executivo e Legislativo, buscaram o amparo legal através do Conselho Municipal, encaminharam solicitação para criarem uma legislação própria de incentivos. Agradeceu os vereadores do mandato anterior que entenderam bem esta questão e aprovaram a lei . Hoje gostariam de ouvir o que os vereadores esperam do Conselho e como devem colaborar, se colocando a disposição. Após o senhor Felipe Fachinello agradeceu a aprovação da Lei Complementar 223/2016 que cria o COMTED pelos vereadores do mandato passado e sancionada pelo senhor Prefeito. Expôs os membros do Conselho e suas funções. Representantes da Associação Empresarial: senhores Gilmar Romani e Elirio Costa. Suplentes: senhores Plínio Bolsoni e Gustavo Frizon. Representantes da CDL: senhores Luiz Carlos Bavaresco e Vanderlei Correia. Suplentes: Cezer Castamam e Zenirio Pazza. Representantes da Secretaria Municipal de Educação: senhoras: Mariza Lopes Pimentel e Maria Inês Mattei dos Santos. Representantes da Secretaria Municipal de Administração e Fazenda: senhores: Cesar Augusto Cazella e Ronivaldo de Oliveira. Representante da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo: Márcio Chubickeski e sua suplente: Fernanda Chagas . Representante da Secretaria Municipal da Agricultura: Olivo Cortellini e seu Suplente Eduardo Ventorin Dutra. Representante da OAB: senhores Carlos Alberto Guerra e Felipe Fachinello. Representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ponte Serrada senhor Ademar Andognini e seu suplente Celiomar Maier. Representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ponte Serrada: Francisco Cortellini e seu Suplente Vanderlei Pagliari. Também citou suas competências de acordo com a lei. O senhor Plínio Bolsoni usou da palavra dizendo que o conselho busca o desenvolvimento do município, procurando realizar programas de incentivo, e ações de planejamento para poder concretizar alguma coisa. Que tomaram conhecimento junto ao SEBRAE de projetos de atividade empreendedora, que tem sido acatado por muitas cidades do estado, onde este programa visa a conscientização da necessidade do empreendedorismo desde o inicio. Buscam idéias para melhorar o Parque de Exposição, Área Industrial, para tentar uma melhoria na arrecadação municipal. Que valorizam o papel da Câmara e estão a disposição para colaborar. O senhor Carlos Guerra usou da palavra para explicar o que é o Conselho e seus objetivos. Citou que comparando com outros municípios Ponte Serrada decaiu muito em desenvolvimento, que não culpa os políticos mas a sociedade num todo que não buscaram alternativas para que continuasse a desenvolver. Que um projeto para melhoramento depende do auxilio do Executivo e Legislativo, que buscam o bem do município, precisam do auxilio de todos, pois o Conselho é para Ponte Serrada num todo. O senhor Ademar Andognini citou a importância do setor agropecuário que é o que se destaca no movimento econômico, e por ser o motivo que está no conselho. Que como o Dr. Carlos colocou, o Conselho é apartidário, muito menos outras ideologias religiosas. O que se busca gratuitamente é depender de seus trabalhos, das idéias, para que Ponte Serrada que antes foi uma referência, hoje está aí precisando melhorar. Que precisa trabalharem unidos para que Ponte Serrada cresça. E todos que tenham alguma idéia para melhorar que apresentem e pensem em nosso município, com solidariedade, esperança, trabalho. O senhor Luiz Carlos Bavaresco, falou dos motivos da mobilização, dos três segmentos produtivos da sociedade, agricultura, indústria e comércio. Que no final de 2014 levantou-se a questão dos fatores que melhorariam o comércio, geração de empregos. Citou o fato de muitas pessoas residirem aqui e trabalharem em outros municípios, até quando irão continuar? Até quando irão querer se deslocar para ir trabalhar em outro município? Que no mandato passado foram feitas muitas reuniões para avançar a idéia do conselho, foram visitar o município de Pinhalzinho. Criaram o Projeto de Lei, foi aprovado e assim o COMDET foi criado. Uma ferramenta que irá somar e contribuir com a classe produtiva e geração de empregos. O vereador Julio parabenizou a iniciativa, que também era sua preocupação quando se candidatou, que Ponte Serrada está carente de novas empresas, novos empregos, para os que mais precisam. E que acreditam em Ponte Serrada para que possam contribuir mais em todos os aspectos. Se colocou a disposição do conselho, para o bem de Ponte Serrada. O vereador Edivan, disse que estava na legislatura passada, que foi parceiro com a aprovação da lei, e todos sabem que somente de boa vontade não se consegue fazer as coisas, precisam de recursos. Que estava presente na reunião com o pessoal de Pinhalzinho, que se equiparava em sua extensão com Ponte Serrada, e hoje é um exemplo do avanço daquela cidade. Que aqui temos pouco espírito empreendedor, não se fala em apenas questões políticas que é sempre muito atacada, mas por má sorte, má gerência, que pode citar um dos empreendimentos que fizeram aqui, e tiveram a infelicidade de não dar certo. Torce para que o conselho venha ajudar no sentido de talvez trazer mais conhecimento do próprio empreendedor, buscar a vocação de nosso município, para errar menos. Que tiveram no passado na Secretaria Regional de Xanxerê, um estudo em toda região AMAI, feito pelo estado, buscando viabilidade e vocação para investimento. Talvez seja uma ferramenta que pode ajudar o Conselho, e que alguma coisa seja feito neste sentido. Que conhece da nobreza da iniciativa de cada um, e que os benefícios que a classe empresarial traz ao nosso município é maior que o trabalho da câmara, geram a riqueza de nosso município, e pagam o salário de muitas pessoas. Que é parceiro da idéia, e tem que tentar superar o grande obstáculo que aqui se tem, político partidário, é o primeiro passo para que as coisas dêem certo. É uma situação que cada um internamente deve analisar, e tentar fazer alguma coisa de bom. Que hoje é difícil manter uma empresa, muito mais manter seus funcionários. Tem que enaltecer os empreendedores. Sugeriu, como tem vários órgãos representativos que fazem parte do Conselho, que a Câmara de Vereadores também pudesse fazer parte deste conselho. Que no passado assumiram o compromisso do repasse de um pequeno valor. Se puderem cada órgão, cada poder, economizar um pouco, para fazer um aporte para o COMDET, porque sem dinheiro não se faz nada. A vereadora Rubia parabenizou toda organização do Conselho, foi explicado qual o objetivo, qual a função, o que se espera é que o Conselho possa mostrar resultados futuramente. Ressaltou a importância da administração passada, como falou o senhor Luiz Carlos, agradeceu o ex-prefeito Eduardo que se esforçou para que o Conselho fosse hoje organizado da forma que está, ressaltando também da importância que o Legislativo deu ao conselho. Que este trabalho se iniciou a cinco anos atrás com o SEBRAE, que realizou um estudo para apontar as potencialidades e o que o município tinha para crescer e se desenvolver. O resultado deste trabalho chamou a atenção naquele momento, pois o principal fator que impedia o crescimento do município, era a questão política, era a rivalidade partidária. Sempre se volta na estaca zero quando se fala em adversários e indiferença político partidária. Deixou uma indagação ao conselho, se tem um projeto alguma coisa para mudar esta cultura que vem a muito tempo.O que o conselho pensa deste pensamento político partidário que impede o crescimento e desenvolvimento de nosso município. Citou como exemplo a não aprovação do empréstimo do BADESC de um milhão e duzentos a juro zero, que viria para compra de uma nova área industrial. A vereadora Milena parabenizou a iniciativa, que participou de várias reuniões com o conselho, foi uma semente plantada nestes encontros, quando os palestrantes diziam que Ponte Serrada tem potencialidades. Não tem dúvida que o Conselho está em boas mãos, está caminhando a passos largos, para trazer bons frutos ao nosso município. Nosso município precisa de novos empregos, é preciso deixar os partidos políticos de lado, mas que primeiro tem que mudar a cultura. Que concorda que se tem que ver em que ponto Ponte Serrada está, para saber como começar. Citou o setor madeireiro, a questão da erva mate, e o que tem mais para desenvolver? Porque as grandes empresas não se instalam aqui? Parabenizou o trabalho da CDL, pela motivação profissional, e o esforço para fazer algo por nossa cidade, pois futuramente bons frutos irão colher. O vereador Abel, parabenizou o Conselho, as pessoas que se dispuseram a trabalhar voluntariamente para o nosso município, ajudando as pessoas de nosso município. Que o Conselho está bem representado, com pessoas capacitadas, que é preciso buscar o empreendedorismo buscando pessoas dispostas a aplicar em nosso município e ajudando os empresários locais. Que não vê outra simpatia para mexer com a renda de nosso município, se não for desta forma, buscando inúmeras pessoas que trabalham fora do município, buscar seu mísero salário para gastar parte aqui em nosso comércio. Que nosso município tem muita mão-de-obra que pode produzir muito. Que no mandato passado a câmara deu o voto de confiança ao conselho, que vai ser um espelho entre Poder Executivo e Legislativo, dando direção onde deverá ser aplicado e o que vai ser construído e gerado em nosso município. Concorda que não deve haver rivalidade política e apenas um Partido, Partido de Ponte Serrada, só assim vai funcionar. O vereador Evandro disse que o debate é importante, tem fundamento, forma opiniões. Que o conselho é importante, foi favorável ao projeto por entender que o mesmo trará benefícios ao nosso município. Que se o mesmo fosse criado a mais tempo acredita que alguma coisa já tinha mudado. Que o estudo de como está o nosso município é muito importante, sem diagnóstico não se chega a lugar algum. Que discorda que o fator que mais contribuiu para que o município não desenvolvesse foi a política. Acha que foi o gestor político, aí concorda, os gestores políticos se fecharam em suas portas e esqueceram, viraram as costas. Quem sabe se tivesse ouvido sugestões, uma pessoa sozinha nada faz. Que o Conselho está caminhando certo, colhendo idéias de outros municípios, e sua opinião é que esta casa tem que investir no conselho, é um bom investimento, esta casa já fez bons investimentos com sobras de recursos, fez investimentos ruins, mas com certeza este será um bom investimento. Disse que não é a política, é o gestor político, pois conhece municípios com mais rivalidade política e que está bem melhor desenvolvido. O vereador Adenir, disse que ouviu atentamente as colocações , principalmente do Felipe, e disse que talvez a câmara pudesse fazer parte do conselho. Que cada vereador que aqui está, tem seu lado, tem seu partido e sempre vai ter sua rivalidade. Que a função do conselho é antipartidário e entende que não deve ter político no meio. Gostaria que alguém explicasse que se no momento em que foi rejeitado o Projeto para empréstimo no BADESC a juro zero, se tivesse este conselho, que viesse colocar aos vereadores sobre o projeto teria sido aprovado. Não era muito mas já era um começo. Acha que políticos não devem participar do conselho, e que a câmara estará sempre aqui para ser ouvida. O vereador Marcelo disse que também esteve presente nas reuniões com o SEBRAE, espera que o Conselho consiga seguir os passos de outros municípios. Que hoje o município não tem mais terrenos para uma área industrial, e sugeriu que quando alguma empresa vir a se instalar no município que o Conselho analise se realmente cumprirão os critérios, principalmente na geração de empregos. Que venha com o projeto um estudo feito pelo conselho se é ou não viável. Defende a questão que não se deve olhar bandeiras partidárias e sim olhar para o município. Se colocou a disposição. O senhor Gilmar usou da palavra, e disse que devemos ter uma só bandeira, entende que a política é importante, mas que não tragam para as ações no município, e que trabalhe-se por Ponte Serrada. A proposta do conselho é primeiro fazer o diagnóstico para depois ver o que fazer em conjunto. O Presidente da Mesa agradeceu e parabenizou o Presidente do conselho pela iniciativa, pelas sábias palavras, a cada membro do conselho, pois está cada vez mais difícil achar pessoas dispostas a trabalhar gratuitamente. Isso é louvável. Concorda que tem que fazer um diagnóstico do município, se tem mão-de-obra qualificada, que área nossa agricultura está mais voltada, para trazer empresas que possam usufruir das benécias que aqui tem. Quanto os recursos esta casa no final do ano sempre tem um superávit financeiro, embora o percentual que vem a esta casa, diminuiu em relação ao ano passado. Que já tinha conhecimento da necessidade de recursos para o conselho, também de outras entidades que solicitaram como a APAE, e estará se reunindo com o setor de contabilidade para ver as possibilidades. Que nosso município tem muitas necessidades, mas deve-se eleger as prioridades. Encerrada Audiência Pública, o Presidente retomou a sessão normal, colocando em discussão Indicação nº CM BP AFFD 018/2017, a vereadora Milena disse que estão solicitando a limpeza no cemitério público municipal, tendo em vista que este local é freqüentado por várias pessoas, daqui e que vem de fora, para fazer suas orações e visitar os jazigos. Que está tomado por sujeira, mato, até por questão de prevenir os focos da dengue, e está muito sujo. Sabe que a responsabilidade é de cada família, mas também do Poder Público Municipal. Pediu que a secretaria competente realize esta limpeza o mais rápido possível, dando conforto a todas as pessoas,. Falou também que atrás do ginásio Jorge Konder Bornhausen, tem um depósito de lixo, que também precisa ser limpado. Pediu que se possível manter o cemitério limpo. Nada mais comentou-se, aprovando-se por unanimidade a indicação. Em discussão Indicação nº CM BP PSMM 012/2017, o vereador Julio pediu para que seja aberta a rua Isidoro Francisco Oltramari até o seu final, partindo da esquina com a Rua Paraná, até as proximidades da empresa Projetar, para melhorar a acessibilidade de caminhões de carga e descarga. Pediu a agilidade do serviço pela secretaria competente. O vereador Evandro disse que é vizinho desta empresa, e que a Rua Paraná tem várias empresas, e conhece da dificuldade de caminhões no acesso. Que já havia solicitado no mandato passado, também a construção da ponte para a paralela, melhorando consideravelmente o acesso. O vereador Abel, disse que é favorável a indicação, e pediu ao setor competente que de uma atenção melhor nesta rua, principalmente como beneficio a empresas. O vereador Marcelo deixou seu voto favorável e espera que o serviço seja executado. O vereador Edivan disse que conversou com o empresário Fábio de sua dificuldade, que é um trabalho pequeno que deve ser feito pela administração, e também da ponte para ligar a paralela. Pois somente a abertura não resolverá o problema da empresa, sendo a ponte necessária. Que o mesmo está investindo em Ponte Serrada. Que tem a questão ambiental, devido ser próximo ao rio, mas resolvido esta questão , a qual já está sendo contratada uma empresa para fazer um estudo sobre as áreas próximas ao rio, e a Projetar pode ser incluída dentro deste estudo. Que esta rua beneficiará não só a empresa como também o bairro. O vereador Adenir disse que deve ser feito o trabalho, dando condições ao empresário, e também solicitou que seja tampado um buraco na esquina da rua da empresa Madetel, que também necessita para melhorar o acesso. Acha importante que se apresentem pedidos para beneficiar os pequenos empresários de nosso município. Nada mais comentou-se aprovando-se por unanimidade a indicação. Em discussão Indicação nº CM BP PSMM 013/2017, o vereador Julio, disse que sua bancada está solicitando o cercado do campo da comunidade de 25 de maio. Que é um área de lazer, a intenção é melhorar a área para que possam ser realizados campeonatos, entre outros grupos tanto da cidade como do interior. Isso incentivará os jovens na questão do esporte. Parabenizou a todos pela grandiosa festa da mandioca realizada na comunidade. Que a obra é de baixo custo, mas que muito representará para a comunidade. O vereador Abel, disse que é favorável a indicação, que na comunidade tem várias pessoas que praticam o esporte, é uma maneira de valorizar essa atividade no interior, para que também os jovens permaneçam no campo. Por isso acha que se tiver uma forma do Poder Público auxiliar a comunidade com o cercado, seria de muita valia a comunidade, incentivando a visita das pessoas até as comunidades, com amistosos, integrando-se e valorizando as comunidades. Parabenizou pelo sucesso da festa da mandioca. O vereador Adenir deixou seu voto favorável a indicação, pedindo também para melhorar o campo da Ressaca Alta. Que viajará a Florianópolis e estará levando a solicitação para conseguir recursos para melhoria na quadra do Ginásio de Baia Alta. Gosta do esporte e acha que o pouco que se aplicar sempre é bem vindo. Nada mais foi comentado, aprovando-se por unanimidade a indicação.Escrito na Palavra Livre, o vereador Abel agradeceu a todos pela presença na reunião, e agradeceu o trabalho da secretaria de infraestrutura urbana, que iniciaram pelos bairros, foram feitos vários consertos em várias ruas que necessitavam, tapando buracos, fazendo tubulações e calçamentos. Parabenizou o setor de obras, que está sendo bem visto, também da secretaria de agricultura pela prestação dos serviços, com esforço. Que os funcionários estão merecendo o salário que recebem pelo que vem fazendo, não vê de outra forma, e até ganham pouco pelos serviços que prestam. O vereador Adenir cumprimentou a todos, e esclareceu que na reunião passada em momento algum, falou em horas extras, está o áudio e ata para comprovar, falou em gratificações, de pessoas que ganham bom salário e a gratificação. Que no momento não estavam presentes, e alguns não ouvem a Rádio, a discussão foi muito longa e não vai tudo ao ar. Pessoas que vem aqui e transmitem da forma errada, é bom que os funcionários estejam aqui, porque certamente a palavra livre não irá ao ar amanhã. Que levem ao conhecimento o que falou na reunião passada e falará nesta. O que fala assume, que não distorcerá suas palavras, e na discussão com o vereador Edivan no projeto do IPTU, que falou da questão das gratificações, pois o mesmo tinha colocado que poderia faltar remédios nos postos, exames, aí este vereador colocou sobre as gratificações, que se tirasse um pouco das gratificações onde as pessoas já ganham bem, e em cima do salário vem mais gratificação em cima. Pediu que tirem os dados no portal transparência e vejam o quanto é pago em gratificação, só no mês de março, quarenta mil reais, ao ano seria quatrocentos e oitenta, em três anos um milhão e quatrocentos, no final do mandato, um milhão novecentos e vinte. Na discussão estavam falando do IPTU, pois quem tem horas extras é porque trabalhou e são merecedores. Não venham dizer que falou em horas extras, falou em gratificações, que talvez não concorde, que pessoas ganhem o que ganham, mais gratificações em cima. Gostaria que levassem ao conhecimento dos funcionários o que falou. Disse as pessoas mais instruídas, porque tem que ser a política, falam aqui e distorcem, não falou em horas extras. Talvez tenha pessoas que trabalham com os senhores que não fazem as horas que os mesmos fazem, conhece o trabalho de todos, jamais disse que não mereciam, acha que está defasado o salário, mas alguém tem a intenção de distorcer o que o vereador fala aqui. Se um dia ouvirem algum comentário, que o procurem, não tem porque correr. A vereadora Rúbia, complementou a fala do vereador Adenir e até sobre o que a vereadora Milena falará, com relação as distorções que estão acontecendo nesta casa,acha que o vereador Adenir foi gentil em usar o termo distorção, diria que as falas estão saindo de forma mentirosa. Isso a revolta, e que bom que tem pessoas presentes para ouvir, que defende o vereador Freitas que não falou em hora extra, defende a vereadora Milena que não criticou funcionário público, e vem dizer que em momento algum falou em aumentar o valor das horas máquinas, para os agricultores ou para qualquer um que necessite destes serviços prestados pelo município. Que fique claro que as palavras estão saindo de forma não verdadeiras, de forma mentirosa. É isso que não queria, falaram a pouco em baixar as bandeiras políticas. Espera que a população entenda, que se faça presente nas sessões, para que conheçam quem são os vereadores que querem trabalhar pelo município. Que lá fora tudo está distorcido, mas essa não é a intenção. A intenção é colaborar e contribuir para o município. Que jamais vai distorcer a fala de um vereador, não é de sua índole, isso é coisa de mau caráter. Que fique bem claro a todos, que não estão aqui para distorcer, para deturpar as falas das pessoas e também seu posicionamento. O que querem é a verdade. O vereador Evandro retornou a tribuna e parabenizou toda equipe do trabalho, das secretarias de obras, infraestrutura e agricultura, que estão prestando um grande trabalho. Não quer entrar no mérito de gratificação, do que se faz aqui, que aqui os vereadores são fiscais, e muitas vezes podem levantar questões verdadeiras como falsas, que se levantou foi das gratificações, que tinha dez funcionários ganhando oitenta por cento de gratificação, e destas gratificações sempre tem o porque de ganhar as gratificações, quando um funcionário exerce uma função além daquela que é pago pelo poder executivo. Que como e dito pelo senhor prefeito, as portas da prefeitura estão abertas a todos os senhores vereadores para fiscalização que é o trabalho do vereador, legislar e fiscalizar. Quanto as horas extras, tem um déficit de pessoas, está faltando gente. Que já presenciou o operador da retro trabalhando após o horário, porque há falta de funcionários e a lei impede no momento a contratação de mais funcionários, então as horas extras são dadas de acordo com que o funcionário faz. Isso acontece, tanto no serviço público ou no privado. Quanto as gratificações disse que não teve tanto tempo de procurar no Fly, mas não achou dez funcionários que ganham oitenta por cento de gratificação. Que não se faz política olhando pelo retrovisor. Mas a administração passada também dava gratificação, por exemplo, ao invés de contratar um diretor, colocava um professor com cem por cento de gratificação para exercer a função. Que não vão fazer demagogia, tem muita coisa errada, sempre vai ter, e os vereadores são responsáveis para fiscalizar e fazer pedidos o porque das gratificações de cada funcionário. É só fiscalizar e parar de torcer contra o município. O vereador Edivan, comunicou a todos os vereadores que estão abertas as inscrições para o campeonato de bolão misto, de futebol de campo e de bocha masculino e feminino, a partir do dia 23 de maio na DME. Que ficou satisfeito quando ouviu o vereador Freitas falar que irá a Florianópolis em busca de recursos para que possam melhorar o Ginásio Municipal de Esportes de Baia Alta, pois a quadra não tem mais condições de uso. Espera que consiga, pois nossos desportistas precisam e nosso município também. Citou o trabalho que está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o CRAS e Conselho Tutelar sobre a Semana e o Dia, Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Tema muito importante para a comunidade. Disse que é um entusiasta desta atual administração, que tem se empenhado muito em busca de recursos, que com certeza conseguirão um valor vultuoso para investir no município, porque é conhecedor que nem tudo está bom e nem tudo está certo. Citou a secretaria de infraestrutura, que na medida do possível o secretário está fazendo um grande trabalho, citou como exemplo as paralelas da BR 282. A vereadora Milena, disse que vê muitos funcionários públicos nesta casa, e também de que forma mentirosa chegou até os funcionários, de que tinham falado aqui, de que os mesmos não mereciam horas extras. Não foi isso que falaram, e graças a Deus tem caráter, para assumir tudo que fala, e foi desta forma que se colocou como candidata para defender o povo. Funcionário Público merece hora extra e merece ser bem pago, pois com um salário de um mil e duzentos reais, uma família não se mantém. Merecem sim horas extras, e a mesma pessoa mentirosa que levou até vocês , que leve a verdade, que falou aqui que não admite uma administração municipal, valorizar pessoas que não tem qualificação, que já ganham dois ou três mil reais, e que estão ganhando mais gratificação em cima disto, isso não admite, se continuar assim, esta administração não chega até o fim. Que todos sejam bem vindos, que contem com esta vereadora, mas que chegue até os funcionários a verdade do que falou aqui, é a favor de que ganhem horas extras, os que trabalham , suam, levantam cedo, agora gente que fica aí, sem qualificação, desfilando modas que nem qualificação tem, muitas vezes nem daí não são, estes que estão ganhando bem, estes merecem. Não está falando de gratificação de oitenta por cento, está falando de vários percentuais. E tem mais de 25 pessoas, procurem no portal transparência que irão encontrar. Que é vereadora, fiscaliza e sabe do que está falando e pode provar. Falando sobre a valorização do ser humano, não é contra investir um milhão de reais, jamais será, mas prefere tratar bem o ser humano do que investir um milhão de reais. Prefere tratar bem no posto de saúde, na educação, jamais como está sendo tratado o ser humano. O Presidente da Mesa parabenizou a comunidade de 25 de maio pela grandiosa festa da mandioca realizada no domingo. Agradeceu e parabenizou os membros do COMDET que se fizeram presentes esta noite, e que nos próximos meses fará um estudo sobre a disponibilidade de recursos, também sobre a possibilidade da acessibilidade aqui nesta casa, que no passado apresentou uma indicação para que este serviço fosse feito, e agora fará um estudo e se tiver dentro do orçamento desta casa, fará, para beneficiar a muitas pessoas que talvez não vem prestigiar os trabalhos nesta casa por este fato. Que ouvindo todos os vereadores, marcou algumas falas, do vereador Freitas e da vereadora Milena, sobre seus pronunciamentos na reunião passada, e disse que entra em seu quinto ano de legislatura nesta casa, e não é a primeira vez que vê funcionários, principalmente do pátio, e que tem que fazer urgente uma reforma dos cargos e salários de nosso município. O que acontece...algum vereador cita alguma coisa de salário, o que o secretário faz, malandro, vai lá naquele que menos ganha, naquele que precisa das horas extras, e diz ...o vereador tal disse isso vai lá senão tenho que te cortar as horas extras, é mentira, que nunca viu nesta casa um assessor, nunca viu um diretor, vir aqui reclamar, sempre são os funcionários do pátio ou da agricultura, que prestam um grande trabalho mas tem seus salários diferenciados e muito pequeno comparado ao serviço que presta. Que hoje o salário de um operador não passa muito de um mil reais, na iniciativa privada isso não se encontra, um motorista de caminhão, de trator, que muitas vezes fazem hora extra para completar no mínimo condição de sobrevivência na sua família. E o secretário malandro, sem vergonha, quando se vê alguma situação dita aqui nesta casa, vai lá nos funcionários, e diz..vai na sessão da câmara, espera que não seja isso que os senhores estejam aqui, que venham prestigiar esta sessão e que fazem um excelente trabalho e merecem muito mais do que ganham, assim como todos os funcionários do pátio que tem o salário muito defasado. Espera que isso mude, e os que levam mensagens que levem o que aqui realmente é dito. Que a presença de todos sempre é honrosa aqui nesta casa. Nada mais a ser tratado, e nenhum outro vereador escrito na Palavra Livre, o Presidente agradeceu a presença de todos e deu por encerrada a presente reunião na qual Eu Tânia Maria Frighetto, redigi a presente Ata lavrada nos termos do Art. 104 da Resolução nº CM 019/90 de 14.12.1990, que após lida e aprovada será assinada pela Mesa Diretora.

APROVADA EM 29.05.2017

PRESIDENTE VICE-PRESIDENTE

1º SECRETÁRIO 2º SECRETÁRIO

Publicado em: 30/05/2017
Acessos: 259
Publicado por: Tânia Maria
Facebook Twitter Google+ Addthis