CÂMARA MUNICIPAL DE Ponte Serrada - SC

ATA Nº CM 014/2019

Aos treze dias do mês de Maio de dois mil e dezenove, às dezenove horas, nas dependências do Legislativo Municipal, reuniram-se os senhores vereadores para reunião Ordinária da Terceira Sessão Legislativa, da Décima Quinta Legislatura da Câmara Municipal de Vereadores, com a presença dos seguintes membros: Adenir Freitas, Edivan Antonio Panizzi, Evandro Pavan, Julio Cesar Páglia, Milena Aparecida da Silva, Gilson Damaceno, Olivo Cortellini, Rúbia Caroline Wrubel e Marcelo Tadeu Wrubel, Presidente da Mesa, que cumprimentou a todos os presentes e sob a proteção de Deus, declarou aberta a reunião, convidando a vereadora Rúbia para proferir a leitura de trecho da Bíblia Sagrada, prosseguindo com a leitura da Ata da reunião anterior, aprovada por unanimidade. Após fez-se a leitura do Expediente do Dia, sendo: Indicação nº CM BP AFFD 027/2019 - MELHORIA NOS ACESSOS AOS TREVOS e Indicação nº CM BP AFFD 028/2019 - MELHORIA EM ESTRADA MUNICIPAL e, Pedido de Informação nº CM 009/2019 todos apresentados pelo Bloco Parlamentar a Força Que Faz a Diferença. Passando a Ordem do Dia, com a presença de todos os senhores vereadores, o Presidente colocou em discussão Indicação nº CM BP AFFD 027/2018 a vereadora Milena disse que esta indicação solicita a melhoria nos trevos, que no final de Semana houve a 41ª Feira do Terneiro e do Gado Geral, foi dado uma tapeada, mas precisa melhorar ainda mais, com resíduos de asfalto, mais cascalho. Que o trevo que dá acesso ao Bairro COHAB e Área Industrial, bem como o trevo que acessa a Academia Vitalle necessitam que sejam recuperados nos acessos a BR 282. Como há grande circulação de veículos nestes trevos formaram-se muitas valas o que dificulta a trafegabilidade, causando transtorno aos motoristas que saem e entram na pista. Importante ainda salientar a necessidade de iluminação adequada em todos os trevos. Desta forma, procurando oferecer bons acessos, até para embelezar o perímetro urbano uma vez que passam milhares de pessoas todos os dias, e até por segurança na travessia, solicitam que o Poder Executivo Municipal, através da Secretaria competente viabilize o mais rápido possível esta indicação. Nada mais foi discutido, aprovando-se por unanimidade a Indicação. Em discussão Indicação nº CM BP AFFD 028/2019, o vereador Adenir disse que apresentam esta Indicação, para que o Poder Executivo Municipal através da Secretaria competente, viabilize a recuperação das estradas da comunidade de 25 de Maio, compreendendo a estrada principal e os acessos as propriedades rurais, como exemplo o acesso a propriedade do senhor Carlos Correia e demais produtores rurais. Hoje existe a Lei do Programa Porteira Adentro para que o município possa executar estes serviços que é de extrema urgência, para o escoamento da produção, coleta do leite e outras necessidades daqueles moradores. Desta forma, solicitam o empenho da Secretaria competente para a realização destes serviços, como incentivo aos nossos agricultores que tanto contribuem para o incremento da arrecadação municipal. Que mais uma vez retornam para falar de estradas. Que recorda muito bem quando o vereador Gilson era Vice Prefeito na época, foi Secretário de Obras também, e não tinha desculpa de chuva. Tinham que se programar para dar condições de estrada aos agricultores. Chuvas sempre vão ocorrer, mas não se pode deixar na forma que está. Existe o Programa Porteira Adentro e os serviços não estão sendo feitos. Os produtores dependem de boas estradas para retirar a produção, como a questão do leite que não estão podendo coletar. O tempo está atrapalhando, entende, mas encontrou o senhor Carlos Correia no final de 2018 com ele falando das estradas e agora novamente o encontrou desanimado, que não tem mais condições, pois paciência tem limite. Pediu que entendam seu lado, pois está na tribuna apenas reportando o pedido deste agricultor. Da forma que está não dá para continuar. Que conversaram com o prefeito, bateram forte nas estradas da Costa do Irani, que não podem esperar passar as máquinas por lá, que no momento que tiver sol, tem que serem arrumadas. Pediu o voto favorável a indicação, a compreensão do Executivo e da pasta competente que olhem com carinho estes pontos, e em outros locais que dificultam a escoação dos produtos de nossos agricultores. A vereadora Milena disse que também subscreveu a indicação, e disse que o que lhe chama muito a atenção e se solidariza com aquelas famílias é o escoamento da produção. Produção de leite, de grãos que hoje não sai. Que tentou ir na comunidade, não pode entrar, haverá a Festa da Mandioca na comunidade, então quem sabe esta semana, não só na estrada principal, mas tem mais de seiscentas propriedades em nosso município, então que se dê uma atenção aos nossos produtores em seus acessos e não somente na estrada geral. Que mais de sessenta por cento da arrecadação da prefeitura provém da agricultura, e hoje é uma vergonha a forma que se encontra não só a estrada geral mas os acessos as propriedades. Os produtores tiram nota para o movimento econômico e não tem o retorno que merecem. O vereador Julio disse que sabem que hoje um dos maiores problemas são com as estradas de nosso município, ouvem muitas reclamações que não podem sair, está difícil o acesso, mas entendem também que não vai ser da noite para o dia que vão mudar isso, na Administração passada tinham muitas reclamações nestes aspectos, e nesta também tem, estão tentando procurar mudar, agora a Câmara fez uma parceria com a compra de mais um rolo para o município, e este rolo estará vindo para amenizar estes problemas das estradas. Não vai acabar com o problema, nosso município é bastante extenso em estradas de chão, e sabem que os problemas nunca acabarão. Que o que tem que fazer é tentar melhorar, que as máquinas em dias que tem condições de trabalho estão fazendo, estão na estrada tentando atender a todas as pessoas. Sobre os comentários do senhor Carlos Correia que falaram que iam e ainda não foram, pediu ao secretário que quando falaram que vão, que no dia estejam lá. O que não podem é prometer e não fazer. Tem que se programar e dar uma satisfação para a população. O vereador Gilson disse que quando se fala em estrada lembra que entrou nesta casa em 2009, e desde então quando se faz alguma indicação no sentido de estrada parece tão pequeno pelo grande papel no âmbito das atribuições do vereador. Mas quando se chega em um limite os agricultores tem tido paciência, e chegando aí no terceiro ano de mandato, e não é só neste ponto, vê que as coisas são muito lentas, morosas, não acontecem. Foi frisado da Costa do Irani, se não lhe falha a memória, faz um ano que estão batendo nesta tecla, ou quase isso. Foi feito o que tinha que ser feito pela Câmara de Vereadores, só falta os moradores ou os vereadores pegarem a picareta e consertarem as estradas. Paciência os moradores tem até demais, vê aqui as justificativas de que choveu, ou, as máquinas quebraram, até entende, mas estradas tem que se dar o mínimo de trafegabilidade. Não ao ponto de tirar caminhão pequeno com guincho. Chegou no limite e não tem mais como pedir paciência aos moradores. Já falou e sabe que na Secretaria de Obras nunca se consegue vencer os trabalhos, não tem dúvida que o secretário está trabalhando, mas alguma coisa de errado está acontecendo. Fica se perguntando se é só este vereador que fica recebendo reclamações, pois onde vai, tem moradores da Costa do Irani que quando se vêem o cobra. E com razão. Que vem aqui e falam, batem no peito e é de se orgulhar mesmo que a arrecadação mais de sessenta por cento vem da agricultura. Que um agricultor vem em um posto de saúde, é só se esteja mesmo precisando, dificilmente vem em uma Assistência Social pedir uma Cesta Básica ou para pagar uma fatura de luz. A única coisa que pedem são estradas para terem condições de trabalhar. É isto que trazem esta indicação, não adianta vir aqui rebater os vereadores, tem que rebater as máquinas nas estradas, arrumar e dar condições é isso que precisam. Como os agricultores, também chegaram no limite, vem aqui novamente pedir por favor, que dêem uma atenção para as comunidade de 25 de Maio e Costa do Irani que estão intransitáveis. O vereador Evandro disse que falou-se desta administração e da administração passada, e quando se levantava os problemas que esta administração tem, na passada também teve muito, que foi um vereador que cobrou melhorias nas estradas, nesta, sendo governo e na administração passada também. Acha que conversa também resolve, vereador Gilson, porque na administração passada não se defendia aqui nesta tribuna. O governo da administração passada ou os vereadores defendiam muito, e vem conversando, é solidário com os agricultores, e cobra o secretário, como cobrou hoje sobre a situação. Mas como bem falaram as máquinas não estão paradas, estavam no Rio do Mato, que também puxavam caminhão com trator e foi resolvido. Ainda tem algumas propriedades de lá que precisam que as máquinas fiquem lá para resolver, três dias se o tempo ajudar, para terminar o Rio do Mato. Agora para onde as máquinas irão? Para a 25 de Maio ou Costa do Irani? Porque só tem um rolo, o outro está para chegar em parceria com a câmara. A solução não para acabar com os problemas, mas para minimizar o problema, esta casa sabe e a maioria dos agricultores sabem, que é dividir em duas patrulhas e para isso precisa de dois rolos. O rolo está para chegar, em menos de trinta dias estará aí, mas fica a questão, para onde vai o secretário? Entende e é solidário ao problema dos agricultores, mas não tem como dividir, se não tem equipamento que chega. Que vê a boa vontade dos secretários, da agricultura, obras e infraestrutura, mas não tem como resolver com uma enxada só, carpir em dois terrenos diferentes. Tem que pensar isso e pensar em outra coisa que os vereadores votaram a favor aqui nesta casa, o incentivo, o melhoramento da Lei Porteira Adentro, hoje o agricultor se credita com seu bloco, com horas. Sabem quantas pessoas tentou marcar hora, não sabe se foram todos atendidos, mas acredita que cada propriedade de alguma forma, ou com silagem ou com outro equipamento foi atendido, um pouco pelo menos, ano passado foram mais de mil e duzentas horas. Foram dadas ao agricultor, ao agronegócio que dão retorno ao município. E essa administração fez e passou por esta casa, um incentivo ainda maior que é perante o valor descrito no bloco, para repassar em horas. Além das horas creditadas ainda as horas excedentes são cobradas apenas cinqüenta por cento do agricultor. Tem problemas tem mas em dois anos e meio, foram praticamente alargadas todas as estradas do município. Quem sabe e quem teve sua estrada melhorada, sabe o que está falando. Sabe que quando vai é feito um trabalho, mas não vai retornar novamente? Vai ter que retornar pois a estrada de chão sempre tem que estar em manutenção. Levantou este questionamento e com certeza sua bancada está cobrando, o prefeito esteve aqui, cobraram o secretário, e se o tempo ajudar, tendo mais equipamento, vão minimizar. Não vão resolver todos os problemas, mas quando estão fazendo um trabalho , estão fazendo bem, chegando nas propriedades destes agricultores que estão precisando. A vereadora Rúbia disse que é difícil não se manifestarem depois de ter assistido nas redes sociais, o vídeo deste último final de semana. Realmente é constrangedor ter que vir aqui discutir uma indicação que seria tão simples, se existisse governo, se existisse uma administração pensando na agricultura, se existisse um cronograma, aí, não estariam na situação que estão hoje a ponto de um vereador vir aqui dizer e agora? Vão fazer primeiro a 25 de Maio ou a Costa do Irani? Realmente para esta vereadora isto é um desgoverno. Porque se tivessem pensando e evitado, chegar na situação que chegou, onde realmente não tem condições de se tirar o que é produzido dentro da propriedade, é porque realmente está um caos. Ficam até sem graça em vir aqui pedir, nem é para pedir a pasta olhar com carinho, é o mínimo, é obrigação, é dever.O Executivo já deveria estar arrumando, se não arrumou não sabe o que vão decidir qual estrada arrumarão antes, mas que o façam. Que se organizem, que a partir de amanhã tem condições, a vocês e a todos os agricultores do interior, e não é só o vereador Gilson que é procurado e recebe reclamações, porque também recebe todos os dias reclamação sobre as estradas do interior. Certamente que a administração é uma continuidade, que problemas sempre existiram, mas parece que da forma como está hoje, nunca foi. Pode estar enganada, mas pela quantidade de reclamações que recebem das estradas parece que agora chegaram no limite. Não diria nem ao secretário, nem ao prefeito que olhem com carinho, pede que façam, não vir aqui aprovar, tentar justificar com palavras de que precisam de mais uma patrulha, enfim, precisam sim de trabalho. Precisam que os serviços sejam feitos e que os agricultores não precisem mais passar por isso. Até se recorda que na administração passada quando não se fazia alguma coisa por falta de tempo, ou quando tentavam justificar aqui que chovia, o problema nunca era chuva, era sempre culpa do prefeito, do secretário e isso não pode mais acontecer. O vereador disse que este serviço era para ter acontecido ainda em dezembro, estão quase na metade do mês de maio, realmente isso é vergonhoso, e lhe parece que é um ponto onde não se tem mais controle, onde não tem mais nem o que pedir, tem várias informações que um secretário tenta encaminhar um serviço para o outro, vem aqui e se fala com um ou com outro e de fato o serviço não acontece e os agricultores estão nesta situação lamentável, onde o leite, os grãos não saem, e aí acontece o que estão vendo hoje. Vídeo nas redes sociais, a família que se faz aqui presente como uma forma de apelo, e o que podem fazer aqui? Só resta realmente pedir. Que o prefeito acabou de sair daqui e uma sensibilização por parte dele seria o mínimo que pederiam na noite de hoje. Espera que esta transferência de responsabilidade não ocorra mais, são dois anos de governo, não dá para ficar falando da administração passada, isso ou aquilo, tem que olhar para a frente. Se não aconteceu no passado que isso não continue de exemplo porque o problema sempre teve. Tem que sempre tentar melhorar. Este é o diferencial de sua bancada, com o que se fazia no passado. Tem aqui responsabilidade quando se pede, e se chegaram a este ponto de estarmos implorando para que duas estradas sejam arrumadas, é porque realmente está vergonhoso. Esta administração que decida qual destas estradas vai arrumar antes, que pondere, que veja com equilíbrio onde realmente se precisa com mais urgência, mas diria que se contrate e se terceirize estas duas estradas com prioridade. É isso que pedem e esperam que as providências sejam tomadas. Nada mais foi discutido aprovando-se por unanimidade a indicação. Nos termos do Art. 139 do Regimento Interno desta casa, foi posto em Votação Pedido de Informação nº CM 009/2019, sendo aprovado por unanimidade. Após foi indicado o vereador Evandro Pavan, como Titular no Conselho Consultivo do PARNA. Escrito na Palavra Livre, o vereador Edivan disse que é um problema que ouvem com constância, reclamação de uma ou outra estrada, mas também disse que é solidário as comunidades e aos agricultores que estão sofrendo, com esta dificuldade, mas também é testemunha que o parque de máquinas não para de trabalhar. Para somente em dias chuvosos. Tanto o Secretário Berté, sua equipe, como o secretário da Agricultura e de Urbanismo tem feito um grandioso e valoroso trabalho em nosso município. Mas sabem que ainda não conseguiram chegar em todas as propriedades e em todos os lugares. Tem dito sempre aqui nesta casa, que são sabedores que a administração não está cem por cento, mas são sabedores que nossos funcionários, estão cem por cento engajados em trabalhar e em resolver os problemas de nosso município. Não quer citar o nome da pessoa em respeito a ela, mas quem chegou mais cedo nesta casa, pode presenciar a presença de um senhor, morador da Linha Fátima, e este também veio reclamar da estrada de Linha Fátima, ou pelo menos de parte da estradas de Linha Fátima, a reclamação era de que um vizinho dele acabou por trancar um bueiro, propositalmente, e agora está dificultando a passagem de alguns moradores, e estragando a estrada. Muitas vezes a culpa, de alguns destes ocorridos, nem sempre é do Poder Público, muitas vezes alguns moradores poderiam também colaborar de alguma forma, não o fazem e depois simplesmente, vem e trazem a responsabilidade para o município. Que o mundo da voltas e muitas vezes se dá as voltas de forma instantânea. Em nome da Câmara Municipal externou as condolências a família Vicensi, pela perda do senhor Alcides Vicensi, que muito contribuiu com o Bairro Antonio Páglia e em especial a Capela Antonio Páglia. O vereador Olivo cumprimentou a todas as pessoas presentes, e se reportou a 41ª Feira do Terneiro e Gado Geral, realizada no final de semana, onde ouve o comércio muito bom dos animais expostos, mas de quatrocentos animais, com preço razoável. Os animais demonstraram o quanto está evoluindo o rebanho da região tendo em vista a qualidade dos animais ali expostos, de primeira qualidade. Com curto tempo para corte. Espera que Ponte Serrada não perca esta identidade , este perfil em fazer os leilões com os melhores gados da região. Enalteceu os produtores, criadores de gado, pela qualidade dos animais. Que leiloeiro elogiou os animais que foram de ótima qualidade.Torce que sempre melhore que é sempre incentivo e incremento ao movimento econômico de nosso município. O vereador Adenir solicitou ao Presidente da Casa que levasse ao conhecimento do Poder Executivo Municipal, teor do Ofício do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sobre os Programas de Propostas Voluntárias/MAPA inserido no Sistema de Convênio do Governo Federal para apresentação de propostas a serem cadastradas onde ficarão condicionadas a liberação orçamentária. Que ouvindo atentamente os vereadores que o antecederam, imaginem se fazer um pedido a dez meses atrás, não pode fazer outro porque bate os dois e aí, vão em qual lugar? Vão ter que decidir se vão na 25 de Maio ou Costa do Irani. Não concorda, na Costa do Irani, faz muito tempo que estão pedindo. Não tem nada ver uma estrada com a outra. E se não tivesse, não tem quem não precisa mais, quem precisa menos. Tem que solucionar, independente de quem será o primeiro ou o segundo. Que não comparem datas, dizer que tem os pedidos da Costa do Irani e da 25 de Maio, não convence ninguém. Já pensaram que o verão foi chuvoso, vem o inverno, se não forem atendidas estas comunidades, não podem fazer outro pedido. Vai confrontar com a 25 de Maio e Costa do Irani. Não dá, isso não é desculpa, foi citado que muitas vezes não vinham defender nesta tribuna, porque a pessoa tem que ter um pouco de consenso e saber quando pode se defender e quando não pode. Muitas vezes quando dava se defendiam, mas muitas vezes sabiam que não tinham como defender o Executivo na época. Não porque estava errado, porque chovia tinha alguma coisa errada e não se defendia. Era por este motivo. Não vinham defender porque estragava a máquina. Falavam, mas não tinham outra explicação. Mas como vão dizer assim, toda hora defendendo. Acha que tem que solucionar, vir aqui e dizer foram lá arrumaram está tudo certo. Podem ter certeza que no momento que sair o sol, irão lá. Será um dos primeiros que virá a esta tribuna agradecer o secretário. A vereadora Milena disse, que conversaram com o prefeito sobre melhorias em todas as estradas com o prefeito, inclusive, nos acessos as propriedades, tem muito que se fazer pelos nossos agricultores, para quem mora distante da sede do município, e no município também, tem umas estradas para serem melhoradas. Informação do Presidente Marcelo que o rolo que foi adquirido em parceria com esta casa, chega ainda esta semana, e que se a desculpa é o rolo, uma nova patrulha nas estradas, quer que depois que este rolo chegar, não ter mais reclamações destas estradas. Porque até então a desculpa é o rolo, e este foi adquirido em parceria com esta casa, no valor de duzentos e quarenta mil, a câmara repassará cento e vinte. Quer não mais discutir problemas das estradas, se é este o problema. Se caso o rolo não resolver, aí o problema não é o rolo. Aí já é outro problema. O problema é equipe, administração do Executivo. Sobre as estradas na questão do Rio do Mato, pede que atendam a indicação feita e passem na empresa da família Amadeu Mendes, que gera emprego e renda ao nosso município, e até agora não foram atendidos, é o que tem conhecimento. Ainda que atendam as indicações. Que na Costa do Irani estão lá isolados, e é uma vergonha para nossa cidade ter famílias isoladas, que não saem de casa. Da mesma forma a comunidade de 25 de Maio. Da mesma forma a paralela a BR 282, que dá acesso a nossa cidade. Sobre a situação que hoje se encontra o Auto Posto Pasa, uma Empresa que a mais de cinqüenta anos gera emprego e renda ao nosso município, o prefeito se comprometeu que nos próximos dias irá estar solucionando o problema da tubulação no local. E desta forma que devem trabalhar, Executivo e Legislativo, senão é muito complicado. Que conversaram hoje e já tinham comentado sobre os horários de funcionamento de alguns locais, empresas de nossa cidade, amanhã o Presidente estará representando sua bancada, conversando com o Prefeito, se não vir o projeto com a alteração do Executivo, esta casa, nos próximos dias, fará a alteração, e vai enviar do Legislativo ao Executivo. É inadmissível hoje, ter empresas que vão fechar as portas que não se mantém mais. Terão que mandar funcionários embora, terá pessoas desempregadas, famílias afetadas. Conversando com alguns jurídicos, há possibilidade sim de estar mudando esta lei, e vão mudar. Sobre o Pedido de Informação, foi indagada por alguns comerciantes, e estão solicitando: De que forma está se fazendo a fiscalização de comércio ilegal e vendedores ambulantes em nosso município? Os estabelecimentos comerciais cujos Alvarás de Licença não estão em dia. Os proprietários estão sendo notificados? Os vendedores ambulantes de nosso município bem como de outros municípios que aqui, comercializam diversos tipos de produtos pagam regularmente seus Alvarás? Isso indagam e esperam uma resposta do Executivo. Deixou as condolências a família do senhor Alcides Vicensi, um homem de muito trabalho, que prestou muitos serviços não ao município, mas levando o nome de nosso município a toda nossa região, pelos produtos que comercializava. A vereadora Rúbia disse que retorna a esta tribuna apenas para fazer algumas considerações, e voltando ao assunto das estradas, pedir aos vereadores e aos funcionários que não distorçam o que aqui foi dito, ninguém está falando de funcionalismo ou de alguém que deixou de atender algum agricultor, não se trata disso. Sua fala, suas palavras tratam de organização e planejamento. Que realmente chamou esta situação de vergonhosa e de falta de governo. Só pedir que alguns vereadores e funcionários não distorçam as palavras ditas aqui. A verdade é o que sempre diz, que a base do governo tenta explicar aquilo que não se explica, continuam na mesma situação de sempre. Se dirigiu aos idosos do município, deixando um recado a todos eles, disse que sua bancada continua trabalhando por todos os idosos, de todos os senhores ponteserradenses, que sua bancada está esperando resposta do Executivo, para se posicionarem sobre a lei que isenta os mesmos na questão do IPTU do nosso município. Que estão tratando e trabalhando em cima desta lei, que os isenta deste pagamento, é um direito de vocês, é uma vida mais digna, com mais qualidade de vida, é isso que estão buscando, é isso que estão querendo, isso se trata de um direito dos senhores que se enquadram nesta lei. Reiterou que tem várias pessoas que os procuram diariamente para pedir como ficou, que foi feito um Pedido de Informação ao Executivo, estão aguardando estas informações, para que possam se posicionar em relação a validade de fato desta lei. Agradeceu as muitas felicitações que recebeu no dia de ontem pelo seu aniversário, o carinho de muitos ponteserradenses que tiraram um tempinho do seu dia para parabenizá-la. Deixou os sentimentos a família Vicensi, seu Alcides muito fez por nós, e levou sim o nome do Moinho Vicensi, de Ponte Serrada a muitos lugares. Espera que a partir de amanhã o município possa estar resolvendo tanto o problema da 25 de Maio, quanto da Costa do Irani, que são as duas situações mais criticas deste momento, que tem nas estradas de nosso município. O vereador Gilson usou deste espaço para deixar seus sentimentos a família Vicensi por esta grande perca que tiveram no dia de hoje, do seu Alcides, que Deus possa confortá-los. Outro assunto que não iria mais comentar, mas até pelos comentários feitos das estradas, como disse, as vezes fica até chocado e muitas vezes surpreso, a que ponto chegaram as estradas de nosso município, mas de outro lado, parece que não se fica surpreso, quando um vereador vem aqui e diz será que fizemos na Costa do Irani ou na 25 de Maio? Este desmando, este desgoverno, esta incerteza, esta dúvida, é o retrato da forma que estão nossas estradas. Quer dizer que se amanhã ou depois decidirem qual vai ser o critério, o sorteio para ver onde vai ser. Que na 25 de Maio, passaram ano passado quando teve a festa, mas passaram só na estrada geral, e se estes moradores tiverem que esperar que o serviço seja feito primeiro na Costa do Irani, pensa que se faça, mas que façam bem feito, se façam todos os acessos, de todos os moradores e quando irem na 25 de Maio que passem em todas as propriedades. Ir dar uma patrolada não adianta, tem que levar cascalho, patrolar, passar o rolo, desobstruir os bueiros, mas que façam um serviço de qualidade, para que daqui a alguns dias não se tenha outro morador com aquele problema. Este é seu pedido, seu apelo, o inverno está aí, tem que ligar o sinal de alerta, ver que as coisas não estão boas, os agricultores estão reclamando, e com razão. Na linha da isenção do IPTU dos idosos que se encaixam no projeto aqui desta casa, pela vereadora apresentado, muito bem foi, até por prudência do Ministério Público, para que fossem revistos alguns pontos, e até em conversa informalmente com o vereador Júlio, que sentassem e adequassem este projeto. Se existe alguns exageros, mas devem sentar com o Executivo, os vereadores e arredondar este projeto, pois tem muita gente que merece, que passa por necessidade muito grande, para conseguir manter o custeio da casa, os remédios, e esta isenção do IPTU trará uma qualidade de vida muito melhor a estes aposentados. Parabenizou a vereadora Rúbia que é de iniciativa dela e acredita que de forma alguma quer trazer algum prejuízo, ou deixar de arrecadarem ao município, mas sim ajudar as pessoas que mais necessitam. Que em outra oportunidade abordará mais uma vez este assunto e que o Executivo também, veja a forma, faça um estudo para estar atendendo aquelas pessoas que realmente precisam. O Presidente da Mesa cumprimentou as pessoas presentes na reunião, e informou que o Prefeito assinou o termo de aquisição do rolo, na próxima semana estará aí, onde vem também ajudar os agricultores, e espera que não quebre mais o outro, pois não adianta adquirir um rolo e o outro estar quebrado. Que os dois estejam em perfeito funcionamento. Fez um pedido ao Secretário que existe uma tubulação aberta próximo ao cemitério, perigosa, e espera que logo seja resolvido. Atendendo a um pedido do senhor Baiano, que quando as máquinas passarem pelo CTG, para patrolarem no final da rua, que está complicado. Que na volta da 25 de Maio se passe por lá e recuperem. Quanto a 41ª Feira do Terneiro e Gado Geral todos estão de parabéns, foi muito boa, os quatrocentos animais foram todos vendidos e isso é de grande importância ao município. Que ouvem muita cobrança desta ou de outra administração, mas infelizmente quem paga a conta são os agricultores. E daqui a pouco como está chovendo os moradores ribeirinhos poderiam estar cobrando também. Acha que cada vereador pode estar cobrando os secretários, fazendo um pedido especial, para onde ver onde está mais complicado para estar resolvendo. Nada mais a ser tratado, e nenhum outro vereador escrito na Palavra Livre, o Presidente agradeceu a presença de todos e deu por encerrada a presente reunião na qual Eu Tânia Maria Frighetto, redigi a presente Ata lavrada nos termos do Art. 104 da Resolução nº CM 019/90 de 14.12.1990, que após lida e aprovada será assinada pela Mesa Diretora.

APROVADA EM 20.05.2019

PRESIDENTE VICE-PRESIDENTE

1º SECRETÁRIO 2º SECRETÁRIO

Publicado em: 29/05/2019
Acessos: 5
Publicado por: Tânia Maria
Facebook Twitter Google+ Addthis